Sócrates vs Ferreira Leite – o melhor e o pior

Não sei se algum ganhou o debate. Contava que Manuela Ferreira Leite (MFL) “levasse porrada” de Sócrates, habitualmente mais apto para estes confrontos. No entanto, Sócrates esteve sempre com uma postura muito insegura e MFL deu lições de coerência enquanto Sócrates tentava “dar a volta” fazendo generalizações e interpretações abusivas. Sócrates demonstrou pensamento politiqueiro. MFL demonstrou ideias mais organizadas, embora fora do tempo.

Em síntese, o que me pareceu ter sido o melhor e o pior de cada um.

O melhor momento de José Sócrates.

Deixou MFL numa posição difícil quando a confrontou com as portagens nas SCUTs. Tanto que ela até disse quais as portagens que introduziu. Os portugueses ficam satisfeitos com este avivar de memória! Depois, conseguiu recuperar ligeiramente, mas apenas para atenuar o efeito do ataque.

O pior momento de José Sócrates.

A antítese daquilo que ele é. Completa incoerência entre o discurso e a substância do ser que todos nos habituámos a ver nos últimos 4 anos. Tem tentado insistentemente, ao longo da campanha, colar a pela de cordeiro ao lobo.

Disse: «Quem só sabe de medicina, nunca será bom médico. A virtude do sabedor é sempre a humildade, nunca a arrogância.»

Este tipo de citação fica mal numa pessoa como José Sócrates. Soa a falso.

O melhor momento de MFL.

Subtilmente, arrasa o percurso de Sócrates quando diz: «A credibilidade constrói-se ao longo de uma vida: a vida de estudante, académica, uma vida profissional intensa, exposição pública e vida política… essa credibilidade que fui construindo fala por si, e não se dissolve em dois minutos.»

O pior momento de MFL.

Não é novidade, mas as gafes continuam. Disse: «É como aquela pessoa que mata o pai e a mãe para dizer que é órfão.»

(Adenda)

Tinha-me esquecido daquela parte de que todos falam, quando MFL diz: «Não gosto dos espanhóis metidos na política portuguesa». Mas foi uma boa tirada ao caso TVI: Espanhóis -> Prisa -> TVI -> Jornal Nacional -> política portuguesa.

Anúncios

One Response to Sócrates vs Ferreira Leite – o melhor e o pior

  1. Norberto Costa diz:

    Em primeiro lugar penso que nenhum candidato ganhou votos, por duas razões: 1. O debate foi demasiado “formatado” aos interesses aos três protagonistas, os dois candidatos e pela televisão (os três canais responsáveis); 2. Os dois candidatos tem tanto de comum como de diferente nas politicas implementadas ao longo do tempo que preduram na politica nacional.

    Em segundo lugar, a MFL possui um maior número de apoiantes pelo seu discurso de realismo e de coerência das verdadeiras necessidades nacionais. Porém esses apoiantes regem-se pela postura anti-socrates do que pró-MFL.

    Dia 27 veremos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: