Blogs de campanha

A campanha política começa a ter reflexos na blogosfera. O PSD investe oficialmente no Jamais. Já o PS, num tom semi-oficial, tem o alinhamento do SIMplex.

Como primeira reacção, acho bem. Quanto mais informação e discussão houver, melhor. Numa segunda leitura, lembro-me da naturalidade com que o Bloco de Esquerda convive com os meios digitais, utilizando-os continuamente e de forma activa, como se fizessem parte do seu código genético. Lembro-me também do esforço, embora com mais cuidados, consistente, com que a CDU procura compreender e tirar partido destes meios. Já o CDS, em concordância com a sua postura mais conservadora, utiliza a Internet de forma análoga aos meios tradicionais – quase como uma mera extensão panfletária.

Numa análise muito rápida, todos me parecem utilizar os meios digitais de modo coerente com o que são. Os três últimos (BE, CDU e CDS) correspondem às expectativas do que julgo ser o eleitor-tipo de cada um. Já os dois primeiros, cá estão a tentar explorar eficazmente e intensamente o que têm à disposição. Chegando ao fim da campanha, antecipo o óbito dos blogs (e eventualmente de outros meios que venham a surgir: facebook, twitter, …).

Votos contados, deixarão de precisar de comunicar com o povo (ou com a população, como alguns preferem).

Anúncios

2 Responses to Blogs de campanha

  1. Rui Gomes diz:

    Aproveito para acrescentar um partido recente mas com alguma expressão no último sufrágio europeu. Foram apelidados dos “primeiros entre os últimos” e na minha opinião em breve serão os últimos entre os primeiros, com propensão a mais altos voos na actual cena partidária nacional, tão fragilizada e desacreditada!
    O Movimento Esperança Portugal (MEP) tem morada na internet em http://mep.pt/ e um blogue, da secção Minho do MEP, de seu nome “Razões de Esperança” alojado em http://razoesdeesperanca.blogspot.com/
    Lanço o desafio de pelo menos uma vez darem uma olhadela crítica às propostas apresentadas!

  2. Sónia Duarte diz:

    É verdade. Não é inocente que alguns sites partidários tenham indicação de ano. Não me refiro a sites de campanha, pois nesses casos é lógico. Refiro-me a que há sites permanentemente actualizados e outros que existem ao sabor das campanhas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: