Vai assim a nossa saúde

Diz o JN que «Ortopedista abandonou Urgência» e que «O insólito aconteceu, esta quinta-feira, na Urgência do Hospital de Aveiro. O único médico ortopedista, contratado, que estava de serviço, abandonou o serviço, obrigando à transferência de doentes para Coimbra.»

Já consigo imaginar o que dirá o ministério da saúde, ou o governo, caso se dignem a comentar o caso: é um caso isolado. O hospital está a funcionar com toda a normalidade.

Sobre esta outra notícia, também do JN, que diz «Proposta de carreira médica do Ministério da Saúde viola a lei geral». Ilegalidades? Onde? Nem pensar. O governo cumpre sempre a lei!

Mas, em resposta, por qualquer outro motivo, será dito: os médicos, esses, como qualquer português, têm de cumprir a lei. Não me passa pela cabeça que os médicos desrespeitem a lei (ou serão os professores? – ultimamente ando muito confuso – não, talvez sejam os militares!)!

Agora a sério…

Como eu gostava de viver num país sério e a sério! Como eu gostava de viver num país onde a verdade fosse respeitada. Como eu gostava de viver num país onde a política fosse feita ao serviço do povo. Como eu gostava de viver num país onde as estratégias eleitoralistas não contassem. Como eu gostava de viver num país onde os políticos servissem e não se servissem. Como eu gostava de viver num país onde a igualdade fosse uma prioridade. Como eu gostava de viver num país onde o respeito contasse. Como eu gostava…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: