Criopreservação de células estaminais

A recolha, criopreservação e, eventual, utilização de células estaminais do cordão umbilical é uma discussão acesa e, ainda, bastante actual.

A primeira empresa do ramo apareceu, em Portugal, em 2003. Depois disso, muitas se seguiram (ver links em baixo, neste post). Actualmente, aquando do nascimento de um filho, muitos pais entram num dilema: aderir ou não a este serviço? É uma decisão difícil para muitos pais, pelo menos para aqueles que não nadam em dinheiro, estão informados e se questionam sobre a eventual relevância ou utilidade desde processo.

A decisão torna-se ainda mais difícil se consideramos o confronto de opiniões, frontalmente contra, de alguns grandes e reconhecidos especialistas do ramo face aos argumentos de outros – principalmente das empresas do ramo. No meio de tudo isto conta-se ainda o marketing, com um forte pendor sentimentalista e exploratório das emoções próprias da pa(/ma)ternidade.

Mais uma decisão onde os argumentos da consciência e da crença se sobrepõem aos da ciência. Não podemos viver sem a Ciência, mas ela teima em não nos fornecer todas as respostas, mesmo nos seus domínios.

A posição da Sociedade Portuguesa de Células Estaminais e Terapia Celular parece-me sensata e cuidadosa, de onde destaco:

  • A utilização de células estaminais do cordão tem, à luz dos conhecimentos científicos actuais, uma utilidade restrita a um conjunto de patologias altamente especifico. Daqui resulta que se estime actualmente que a utilização pelo indivíduo das suas células criopreservadas poderá ocorrer em aproximadamente em 1 em cada 20.000 casos.
  • Obviamente, que futuros desenvolvimentos do conhecimento científico, particularmente na área da regeneração de tecidos e da expansão de células estaminais, poderão condicionar uma mudança desta taxa.

Alguns links de empresas que prestam este tipo de serviço em Portugal.

Comentário final para reflexão: e um banco público de células estaminais, justificar-se-ia?

Anúncios

One Response to Criopreservação de células estaminais

  1. Paulo diz:

    Sem dúvida que as células estaminais são um dos futuros da medicina.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: